RECURSOS HUMANOS

VAGAS

Estagiário em jornalismo.

Para 20 horas semanais.

Trabalhar zelando pela boa imagem da instituição diante de seu público, clientes e fornecedores.

Transmitindo nossos valores, missões e os objetivos.

Criar meio de comunicação entre funcionários, clientes e fornecedores.

Auxiliar em evento internos e externos e em cerimoniais.

Criar protocolo de atendimento para nosso público diferenciado.

Fonoaudióloga:

Ensino superior completo, experiência na área de no mínimo 6 meses .

Realizar avaliação funcional em crianças com deficiência em geral, atraso no desenvolvimento neuropsicomotor e RN de risco, seguindo os critérios de elegibilidade,

assim visando a inserção na programação de atendimento do serviço, com ênfase no desenvolvimento da fala, linguagem, audição, voz comunicação, funções cognitivas

e estomatognáticas e do sistema sensório-motor oral.

Atendimento em clínica, avaliações, atendimento a pacientes disfágicos e neurológicos em reabilitação.

horário: 28 horas semanais

Terapeuta ocupacional;

Terapeuta Ocupacional para clínica especializada em Centro de Reabilitação nível 3 (CER III) nos casos da atenção em baixa, média e alta complexidade, atenção básica, geral e especializada em REABILITAÇÃO FÍSICA – COM CONHECIMENTO PRÁTICO EM ÓRTESES DE MEMBRO SUPERIOR E DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIAS ASSISTIVAS.

Área de atuação principal: REABILITAÇÃO FÍSICA, ÓRTESES E TECNOLOGIA ASSISTIVA

O candidato profissional, irá orientar pacientes em tratamento, com terapias-meio focadas nas facilitações das atividades de vida diária. Realizará avaliação em pessoas com deficiência em geral, seguindo os critérios de elegibilidade do CER, assim visando à inserção na programação de atendimento do serviço, com ênfase no desenvolvimento motor até a integração social. Também deverá deter conhecimento prático em confecção de órteses, principalmente das órteses facilitadoras, de posicionamento estático ou dinâmico para membros superiores, deverá ter conhecimento prático no desenvolvimento de tecnologias assistivas e também saber orientar a adaptação do ambiente de pessoas que tenham necessidades especiais, nos diferentes níveis de atividade (domicílio, trabalho, escola, etc.), discutindo sempre com os familiares e demais membros da equipe as propostas de adaptações e laudar recomendações em escolas ou outras instituições correlatas, quando solicitado e com vista da Coordenação do CER III.

Carga horária inicial: 20hs/semana

Pré–requisitos

– Superior completo em Terapia Ocupacional.

– Conhecimento em confecção prática de ÓRTESES de membros superiores

– Conhecimento das TICs e das Tecnologias Assistivas em geral.

Maiores informações entrar em contato com o RH da Acadef

com Iara pelo telefone:  (51) 03466-9621, opção 6.

Recursos Humanos

O que é?

A área que responde pelas funções de RH na ACADEF tem por missão valorizar o potencial de trabalho das pessoas que integram a ACADEF, bem como das pessoas encaminhadas para o trabalho, estimulando-as a obterem condições satisfatórias de desempenho e melhoria da qualidade de vida.

Objetivos:

Oferecer suporte ao colaborador, para que possa realizar o seu trabalho com satisfação e bom desempenho;
Proporcionar o ingresso de colaboradores (funcionários) e/ou parceiros adequados ao seu contexto organizacional;
Encaminhar profissionais com deficiência ao mercado de trabalho, dando suporte e capacitando-os;
Elaborar, implementar, desenvolver e manter programas e projetos na área de RH alinhados aos princípios éticos da ACADEF e as práticas do mercado atual.
Projetos:

ALÉM DA INSERÇÃO

Suporte às instituições privadas (empresas, agências, etc.)
Através deste projeto, a ACADEF – que dispõe de banco de currículos próprio – ao longo de 12 anos, assessorou mais de 100 empresas, as quais promoveram a inserção de 40 pessoas com deficiência por ano, em média. Saiba mais.

PROJETO EMPREGO E RENDA – TERCEIRIZAÇÃO

Atualmente, nesta modalidade a ACADEF mantém 150 colaboradores prestando serviços administrativos e operacionais através dos contratos com INMETRO/RS e REFAP.

Consiste na contratação para prestação de serviços, para instituições públicas ou privadas, da pessoa com deficiência física, mental ou sensorial, conforme previsto na Modalidade de Colocação Seletiva, Artigo 35 – item II – § 1º/I – Decreto 3298/99.

Assim, é formalizada uma parceria de contratação de postos de trabalho com a instituição tomadora dos serviços, cabendo a ACADEF as obrigações e gerenciamento da CLT, bem como a seleção e o acompanhamento permanente dos trabalhadores contratados. No caso de instituições públicas, o contrato é realizado na modalidade de Dispensa de Licitação com base no Art. 24 – Inciso XX da lei 8.666/93.
A área de Recursos Humanos é responsável pela seleção, integração, acompanhamento e desligamento dos funcionários, estagiários e voluntários da ACADEF.

BANCO DE CURRÍCULOS DE PROFISSIONAIS COM DEFICIÊNCIA

Para fazer parte do banco de currículos da Central de Recursos Humanos, a pessoa interessada deve se dirigir até a sede da ACADEF ou envie seu currículo para o e-mail  crh@acadef.com.br.

O processo na sede é gratuito, composto de:

Entrevista de cadastro geral;
Avaliação neurofuncional;
Palestra de integração;
Visitas nas dependências da Instituição;
Entrevista de cadastro específico.

PROGRAMA VOLUNTARIADO

Voluntários da Ação Social: Parceiros na Diferença, é o nome do programa de incentivo e acompanhamento do trabalho voluntário na ACADEF.

É doação de algo que se sabe fazer. É a contribuição de um conhecimento (não feita por caridade).

É um caminho – estruturado – oferecido para a pessoa que sente a necessidade de exercer suas potencialidades. É uma possibilidade de descoberta e crescimento para a pessoa que busca ampliar sua visão e sua ação na sociedade. É um compromisso recíproco. A Missão deste programa é “contribuir no processo de transformação social, fortalecendo as ações da ACADEF”. Saiba mais…

PROGRAMA APRENDIZ

O que é o Programa Aprendiz
É a qualificação de jovens para o mercado de trabalho, oportunizando a capacitação profissional na área administrativa, bem como promovendo o desenvolvendo do sujeito como agente ativo da cidadania.
Este programa pode ser realizado em parceria com Ministério do Trabalho e de Entidades sem fins lucrativos, assim como é o caso da ACADEF, ou entre Instituições privadas e Ministério do Trabalho.
Saiba mais .