Com a participação da comunidade o II Fórum Acadefiano trouxe a autonomia como tema

Aconteceu na última sexta-feira (01), na sede da ACADEF, o II Fórum Acadefiano. Com o tema “Qualidade de Vida e Autonomia Através de Equipamentos de Mobilidade”, o evento teve quatro painéis e mais de 100 inscritos. Das 14h até as 16h, acadêmicos, representantes de instituições sociais, entre outros cidadãos puderam conhecer um pouco mais sobre os trabalhos realizados pela ACADEF.

O evento começou com as palavras de Valoir Mendes do projeto Cuidar, do diretor da Diretoria da Pessoa com Deficiência, Jair Silveira, e da presidente da ACADEF, Patrícia Marcelino. Logo se deu início ao primeiro painel “INPROS – Redescobrindo a sexualidade”, com o Dr. Marcos Dias Ferreira, onde foi muito frisado que deficientes também podem sentir prazer. Em seguida a assistente social, Patricia Bittencourt, falou sobre o diferencial do atendimento realizado pela equipe da ACADEF com o painel “Serviço Social – Gente cuidando de gente, atendimento humanizado no contexto da habilitação e reabilitação”. Com o painel “Projeto cuidar – Transformando vidas”, Antonio Vasques contou um pouco sobre como as visitas domiciliares são feitas e os benefícios que elas podem trazer nas vidas das famílias atendidas. Ministrando a última oficina “Órteses e Próteses – A liga extraordinária – Habilitando heróis, reabilitando vidas”, o fisioterapeuta, Jivago Di Napoli, tentou mostrar que mesmo sem algum dos membros, ou qualquer tipo de deficiência, as pessoas ainda têm o potencial de lutar por seus objetivos.

Cada painel durou 20min e pode mostrar os resultados dos serviços prestados pela instituição. Isso foi comprovado com depoimentos de beneficiários que passaram pela reabilitação e hoje levam uma vida normal. Eles contaram um pouco de suas histórias e como a ACADEF atuou em suas vidas

O fórum teve a intenção de mostrar para a sociedade que a ACADEF existe e como podem fazer parte e usufruir dos serviços oferecidos gratuitamente para a comunidade. A presidente, Patrícia Marcelino, conta que esse fórum é importante para mostrar o engajamento que existe entre a equipe que busca sempre alcançar bons resultados. “Que as pessoas possam se sentir de volta na sociedade, a partir de estar na ACADEF, penso que este é o objetivo mais importante”, salienta Patrícia.

Estudantes universitários das universidades FADERGS, Unopar e Unisinos também estiveram presentes. Felipe Pessoa Meyer e Igor dos Reis Bones, estudam fisioterapia na Unisinos e contam que com eventos como este eles podem enxergar a visão do paciente da reabilitação, e saber qual é a percepção deles sobre o trabalho realizado. “A gente fica muito tempo na faculdade estudando e vendo a parte teórica, e quando a gente tem esse feedback deles é muito interessante, muito bacana ver quanto é importante o nosso trabalho pra eles”, ressaltou Igor.

 

Compartilhe em suas redes sociais